Vacinas para

Adolescente

O calendário vacinal do adolescente, segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e a Sociedade Brasileira de Imunização (SBIm), é constituído de várias vacinas, sendo as principais a dpaT, a HPV, Influenza e a Meningite A-C-W135-Y, para aqueles que estão com o calendário da infância completo. Confira:

 

Tríplice Viral

 Considerado protegido o adolescente que tenha recebido duas doses acima de 1 ano de idade com intervalo mínimo de um mês entre elas.

 

Hepatites A e B

Adolescentes não vacinados na infância devem ser vacinados o mais precocemente possível. Esquema vacinal: Hepatite A: esquema de duas doses com intervalo de 6 meses (0-6 meses).

Hepatite B: esquema de três doses, com intervalo de 1 mês entre a primeira e segunda dose e intervalo de 6 meses entre a primeira e última dose (0-1-6 meses).

Hepatite A e B: para menores de 16 anos, duas doses com intervalo de 6 meses (0-6 meses).

Para maiores de 16 anos: três doses, com intervalo de 1 mês entre a primeira e segunda dose e intervalo de 6 meses entre a primeira e última dose (0-1-6 meses).

 

HPV

Se o esquema de vacinação não foi iniciado aos 9 anos, aplicar a vacina o mais precocemente possível. O esquema de vacinação para meninas e meninos menores de 15 anos é de duas doses com intervalo de seis meses (0 - 6 meses).

Para adolescentes com idade ≥ 15 anos, não imunizados anteriormente, o esquema é de três doses (0 - 1 a 2 - 6 meses).

 

DTPa

Com esquema de vacinação completo, incluindo a dose dos 9-10 anos: dose de reforço, preferencialmente com dTpa, dez anos após a última.

Com esquema de vacinação incompleto: uma dose de dTpa a qualquer momento e completar a vacinação básica com dT (dupla bacteriana do tipo adulto) de forma a totalizar três doses de vacina contendo o componente tetânico.

Não vacinados e/ou histórico vacinal desconhecido: uma dose de dTpa e duas doses de dT no esquema 0 - 2 - 4 a 8 meses.

Varicela (catapora)

A partir de 13 anos: duas doses, com intervalo de um a dois meses.

 

Influenza

Dose anual

 

Meningocócica ACWY

Para não vacinados: duas doses com intervalo de cinco anos.Para vacinados na infância: reforço aos 11 anos ou cinco anos após a última dose.

 

Meningocócica B

Duas doses com intervalo de dois meses.

 

Febre amarela

Dose única. Não há consenso sobre a duração da proteção conferida pela vacina. De acordo com o risco epidemiológico, uma segunda dose pode ser considerada, em especial para aqueles vacinados antes dos 2 anos de idade, pela maior possibilidade de falha vacinal primária.