Casal Idoso

Vacinas para

Idosos

Os idosos também têm o seu calendário vacinal, e precisam de atenção redobrada devido a fragilidade, vinda com a idade. Manter as vacinas em dia ajuda na manutenção da saúde, melhora a qualidade de vida e aumenta a longevidade.

Se você já passou dos 60 anos ou convive com alguém que já chegou à terceira idade é importante manter a carteira de vacinação atualizada.

 

 

 

Influenza

Dose anual.

 

​​Pneumocócicas conjugadas (VPC13 e VPP23)

Iniciar com uma dose da VPC13 seguida de uma dose de VPP23 seis a 12 meses depois, e uma segunda dose de VPP23 cinco anos após a primeira.

Herpes Zóster

Dose única.

DTPa

Atualizar dTpa independente de intervalo prévio com dT ou TT. Com esquema de vacinação básico completo: reforço com dTpa a cada dez anos. Com esquema de vacinação básico incompleto: uma dose de dTpa a qualquer momento e completar a vacinação básica com uma ou duas doses de dT (dupla bacteriana do tipo adulto) de forma a totalizar três doses de vacina contendo o componente tetânico. Não vacinados e/ou histórico vacinal desconhecido: uma dose de dTpa e duas doses de dT no esquema 0 - 2 - 4 a 8 meses.

 

Hepatite A

Após avaliação sorológica ou em situações de exposição ou surtos. Duas doses, no esquema 0 - 6 meses.

 

Hepatite B

Três doses, no esquema 0 - 1 - 6 meses.

 

Febre Amarela

Para idosos não previamente vacinados e residentes em áreas de vacinação, após avaliação de risco/benefício. Dose única.